Grande Vitória registra inflação de 0,12% em março de 2020

O índice de preços da Região Metropolitana da Grande Vitória (RMGV) desacelerou na passagem de fevereiro (0,33%) para março (0,12%). O Brasil registrou uma variação de 0,07% em março de 2020 em relação ao mês anterior. Este é o menor resultado do índice nacional para um mês de março desde o Plano Real.

Na Grande Vitória, o grupo alimentação e bebidas apresentou a maior variação (+1,78%). Em relação ao resultado de fevereiro (-0,32%), a aceleração dos preços de alimentação e bebidas em março foi puxada pela alta da alimentação em domicílio, que passou de -0,37% em fevereiro para 2,30% em março. Os destaques foram o leite longa vida (+3,94%), o ovo de galinha (+9,81%), o alho (+10,83%), a cebola (+18,06%) e o tomate (+49,90%). Em relação às variações negativas no IPCA da Grande Vitória, o destaque foi o grupo transportes que apresentou menor variação nos preços (-1,14%) em março de 2020, puxado pela queda nos preços das passagens áreas (-16,00%) e de todos os combustíveis (-3,51%) pesquisados na Grande Vitória, mais especificamente, redução nos preços da gasolina (-3,45%) e do óleo diesel (-4,84%).

Para o Brasil, o resultado mensal de março de 2020 foi afetado pelo comportamento dos preços dos grupos alimentação e bebidas (+1,13%) e educação (+0,59%). O aumento deste último grupo reflete os reajustes praticados no início do ano letivo e que são incorporados nos meses de fevereiro e março. No lado das quedas, destacaram-se artigos de residência (-1,08%) e transportes (-0,90%).

Com os efeitos da pandemia de COVID-19, as medidas de distanciamento social podem contribuir para que a inflação do próximo mês (abril) registre variação próxima à observada em março, devido a uma esperada redução de demanda.

    Devido a pandemia de COVID-19, a partir do dia 18 de março de 2020, o IBGE suspendeu a coleta presencial de preços nos locais de compra e passou a coletar em sites de internet, por telefone ou por e-mail.

Para o mês de março, os preços foram coletados no período de 3 a 30 de março de 2020 (referência) e os comparou com os preços vigentes entre 29 de janeiro e 2 de março de 2020 (base), já com a nova estrutura de ponderação baseada na Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2017-2018.