Porque fazer um Portal de Indicadores sobre o Ambiente de Negócios?

A produtividade é central à discussão recente em torno da desaceleração do crescimento econômico brasileiro em foi tema do Estudo Especial de Produtividade do Ideies. Segundo De Negri e Cavalcante (2014), o ciclo de crescimento da economia brasileira ao longo da primeira década dos anos 2000 foi essencialmente impulsionado por fatores demográficos e do mercado de trabalho.

No entanto, esses fatores não foram suficientes para manter o ritmo de crescimento após a crise de 2008, tanto pela proximidade do pleno emprego quanto pelo fato do estoque de capital não ter crescido de forma compatível com o crescimento da economia, dada a resiliência da taxa de investimento (De Negri e Cavalcante, 2014). Portanto, o aumento da produtividade é visto como um fator crítico para impulsionar um novo ciclo crescimento econômico no Brasil.

O Banco Mundial (2018) compreende que o aumento da produtividade perpassa pela melhoria do ambiente de negócios, e compreendemos o ambiente de negócios com fatores relacionados a desburocratização, acesso ao crédito, inovação infraestrutura, educação e ambiente competitivo. Preocupados com o aumento da produtividade e da competitividade do Espírito Santo, o Ideies/Findes, por meio da gerência do Observatório do Ambiente de Negócios, se propôs a investigar a situação do ambiente de negócios do estado com foco nos municípios, por entender que é dentro do município que os negócios acontecem. Neste sentido, o Indicador de Ambiente de Negócios – IAN, será apresentado por meio de um portal de indicadores.

A produtividade não é tudo, mas no longo prazo é quase tudo. A capacidade de um país de melhorar seu padrão de vida ao longo do tempo depende quase inteiramente de sua capacidade de aumentar sua produção por trabalhador” (P. KRUGMAN, 1994).

O portal de Indicadores tem por objetivo fornecer ao gestor público métricas para o acompanhamento de sua gestão, com o intuito de auxiliá-lo na definição da priorização de suas políticas públicas. Se propõe também a melhorar a assimetria de informação da sociedade e ser um sinalizador (farol) da situação do ambiente de negócios daquele município. Além disso, também apresentará boas práticas de melhoria do ambiente de negócios, para inspirar o gestor público a seguir bons exemplos.  
A seleção dos indicadores para a composição do IAN e para construção do portal está sendo feita por meio da análise comparativa das diferentes metodologias existentes, embasada por um ferramental teórico e estatístico robusto e pautado na transparência metodológica.
Além de poder verificar o resultado agregado do IAN, o usuário também poderá acessar os indicadores individualizados dos municípios e pela agregação dos eixos (Infraestrutura, Capital Humano, Potencial de Mercado e Gestão Fiscal).