Grande Vitória registra inflação de 0,56% em junho de 2020

Os resultados para a Grande Vitória mostram que artigos de residência (+2,30%), habitação (+1,58%) e saúde e cuidados pessoais (+0,68%) foram os grupos que mais contribuíram para a alta de junho. Entre os artigos de residência, destacam-se as altas nos preços dos artigos de TV, som e informática (+7,01%) e dos eletrodomésticos e equipamentos (+4,69%). A variação dos preços no grupo habitação é explicada pela alta da energia elétrica residencial (+4,40%) e no grupo saúde e cuidados pessoais, essa alta é função dos aumentos nos preços dos produtos farmacêuticos (+2,57%). Pelo lado das quedas, destaca-se a variação negativa do grupo vestuário (-0,82%), puxada pelo recou nos preços das roupas femininas (-2,64%).

Em junho de 2020, a Petrobras promoveu reajustes positivos nos preços dos combustíveis nas refinarias, provocando uma elevação dos preços desses produtos. Para o consumidor final, o preço da gasolina na Grande Vitória se acelerou em junho, registrando uma alta de 4,10%. Esse aumento fez com que o grupo transportes fechasse com uma alta de 0,31% em junho, após quatro meses consecutivos de variações negativas. Ainda no grupo transportes, as passagens áreas registraram novamente deflação (-31,28%) em junho de 2020.

O país encerra o primeiro semestre de 2020 com uma taxa de inflação acumulada de 0,10%. Para o mesmo período de 2019, o IPCA do Brasil registrou alta de 2,23%. Os desdobramentos da atual pandemia e a consequente queda de demanda podem contribuir para que o ano de 2020 registre uma taxa de inflação em seus menores níveis.

A variação acumulada em 12 meses do índice nacional mostra que, com o resultado de junho de 2020, a inflação do Brasil (+2,13%) encontra-se abaixo do centro da meta de inflação – fixada em 4,00% ao ano, com intervalo de tolerância de ±1,5 ponto percentual. O último Relatório Focus semanal, do dia 06 de julho de 2020, trouxe que a expectativa de inflação de +1,63% para este ano encontra-se abaixo do limite inferior (+2,50%) da meta para 2020.