Em maio, Sondagem indica recuo no nível de atividade do setor de construção capixaba

25 de Jun

A Sondagem Indústria da Construção para o Espírito Santo, referente ao mês de maio de 2020, mostrou que os impactos da pandemia de Covid-19 e as necessárias medidas de distanciamento social continuam afetando, embora de forma menos intensa que em abril, o setor de construção capixaba.

Mesmo com o aumento de 4,4 pontos no índice de nível de atividade em relação ao usual na passagem de abril (22,8 pontos) para maio (27,2 pontos), o indicador aponta um desaquecimento da atividade no setor para o mês de maio. Já o índice de evolução de números de empregados registrou nova queda (-1,4 pontos) em maio, sendo a quarta consecutiva. Com 32,4 pontos, o indicador se distancia ainda mais da linha divisória de 50 pontos e reflete um momento desafiador para o setor de construção capixaba.

Expectativas

A melhora das expectativas em junho mostra que o pessimismo entre os empresários do setor está menos disseminado. Ainda assim, os impactos negativos da pandemia de Covid-19 na economia elevam a incerteza e afetam as perspectivas para os próximos seis meses.

Todos os indicadores de expectativas seguem na região de pessimismo. O índice de expectativa para novos empreendimentos e serviços para os próximos seis meses cresceu 11,7 pontos na passagem de maio (29,5 pontos) para junho (41,2 pontos). Ainda sob elevada incerteza, a intenção de investimento apresentou aumento pelo segundo mês consecutivo.  Apesar da melhora em relação a maio (27,8 pontos), o resultado de junho (30,1 pontos) reflete uma baixa propensão a investir por parte dos empresários capixabas do setor de construção se comparada ao registrado em fevereiro de 2020 (47,3 pontos).

    O Ideies divulga mensalmente um painel dinâmico e interativo com os resultados da pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI) para o Espírito Santo e para o Brasil.

    Além disso, trimestralmente, o leitor tem disponível um relatório com análise dos indicadores relacionados ao nível de atividade da indústria capixaba e às expectativas para os próximos seis meses.

    Acesse o relatório com as informações do 1º trimestre de 2020 aqui.

TAGS: