Apesar de ainda refletir falta de confiança, o ICEI-ES aumenta 7,0 pontos e registra 42,2 pontos em junho

O avanço do ICEI-ES em junho (42,2 pontos) foi influenciado pela melhora nas expectativas dos empresários industriais capixabas para os próximos seis meses. Embora o quadro seja de pessimismo, o indicador ICEI-ES Expectativas aumentou 9,3 pontos na passagem de maio (39,1 pontos) para junho (48,4 pontos). 

De acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), é usual uma reavaliação das expectativas após uma forte queda. Em abril de 2020, o ICEI-ES recuou 24,9 pontos e, dessa forma, a alta registrada em junho não seria uma retomada mais consistente da confiança por parte dos empresários industriais e sim uma adequação de expectativas.

Em junho de 2020, os indicadores relacionados à situação atual da economia brasileira e estadual aumentaram 4,4 e 3,5 pontos, respectivamente. O indicador de condições atuais da empresa também demonstrou melhora com o avanço de 1,7 pontos em relação ao mês anterior. Mesmo com esses avanços, a percepção é de piora da situação corrente.

O ICEI é um indicador mensal, elaborado em parceria com Confederação Nacional da Indústria (CNI), que reflete a maneira pela qual os empresários avaliam as condições atuais de negócio e as expectativas para os próximos seis meses.

    A crise causada pela pandemia de Covid-19 tem gerado queda de receita/faturamento, de produção e postergação de planos de investimentos nas empresas capixabas, de acordo com a Pesquisa de Opinião Empresarial – Covid-19 realizado pelo Ideies/Findes publicada em 23 de junho 2020 (acesse aqui).

TAGS: